A entrada em vigor da lei do Tabaco vai ser adiada. O ministro da Saúde, Correia de Campos, decidiu conceder aos bares e restaurantes um período transitório e de adaptação às novas regras, que deverá estender-se entre os três e os quatro anos, e que permitirá aos proprietários dos estabelecimentos com uma área superior a 100 metros quadrados decidirem se terão, ou não, espaços para os fumadores. Há já quem fale em recuo do Governo.
A nova lei do tabaco prevê a proibição total do fumo nos seguintes locais: escolas e universidades, espaços destinados a menores de 18 anos, acessos e áreas de salas de espectáculos, serviços da Administração Pública, museus e centros culturais, no metro, em cabinas telefónicas e multibancos fechados, lares de idosos ou deficientes, locais de trabalho fechados, centros comerciais, estações de serviço e restaurantes, bares e discotecas. Os prevaricadores poderão ser multados. As coimas podem ir até aos mil euros.

Ora aqui está uma lei que me agrada. Não tenho nada contra pessoas que fumam, mas detesto quando estou a comer e ter que levar com o cheiro do tabaco. É completamente nojento e em certa medida falta de educação. Muitas vezes estamos em restaurantes com crianças e mal começamos a comer lá vem o cheiro a tabaco, desculpem lá, mas isso faz mal as crianças e há que ter noção disso. Pá se as pessoas que fumam  se querem matar é lá com elas, mas por amor de Deus não me metam a mim e ás outras pessoas que não fumam ao barulho.
Agora compreendo que seja atrasada a lei porque as pessoas estão habituadas a fumarem em locais públicos, por isso é natural que seja algo introduzido lentamente.

Fonte: Correio da Manhã

 
sinto-me: !!!!!!!!!!!!!11122233311123445
tags:
publicado por misopesaminos às 11:49